Aprendizado, inovação e cooperação no APL vitivinícola da Serra Gaúcha

Claudio Vinicius Silva Farias

Resumo


Esse trabalho foi elaborado a partir de um estudo empírico acerca dos processos de cooperação e aprendizagem no Arranjo Produtivo Local (APL) vitivinícola da Serra Gaúcha. Buscou-se relacionar tais processos - cooperação e aprendizagem - com a capacidade inovativa das firmas. Para tanto, foi realizada pesquisa de campo visando entender que mecanismos de aprendizado dão suporte às estratégias inovativas adotadas pelas empresas. Uma vez que tais processos de aprendizado ocorrem sob a forma de relacionamentos presentes no interior do arranjo, pretendeu-se compreender se tal interação gerou vínculos cooperativos, e quais seriam esses. O presente artigo apresenta os dados levantados na investigação realizada junto a vinte empresas vinícolas do APL da Serra Gaúcha, além de oito entrevistas com organizações ligadas ao setor, durante os meses de janeiro e fevereiro de 2010. O trabalho está dividido em quatro seções, quais sejam: caracterização da produção vinícola; metodologia da pesquisa, incluindo um perfil da amostra estudada; percepção dos entrevistados sobre as suas atividades inovativas e cooperativas, bem como sobre os seus processos de aprendizagem; e, por último, as considerações finais.

Palavras-chave


Estratégia; Inovação; Aprendizado; Cooperação; Vitivinicultura

Texto completo:

PDF