Mutuário, Figurino e Protagonista: Uma Análise de Conjunto Habitacional Popular

Leandro Roberto Neves

Resumo


Essa Pesquisa aborda as estratégias populares de superação da condição de assistidos pelas políticas públicas habitacionais e também, as estratégias da administração pública da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), para sanar o déficit e a inadequação habitacional. No espaço circumurado pelos conjuntos habitacionais ocorrem produções de subjetividades e representações sociais carregadas de estereótipos e estigmas. Tais representações fomentam uma imagem marginal do lugar, a qual forja na identidade dos mutuários um sentimento negativo, no que tange a sociabilidade do bairro. Os aspectos concretos versus a sociabilidade são os elementos norteadores dos moradores e da CDHU, em classificar em bom ou ruim o conjunto habitacional. Contudo, nesse cenário de tensão, ocorre a produção das trincheiras espaciais simbólicas - antagonismo de interesses entre políticas públicas/população/entorno.

Palavras-chave


políticas públicas habitacionais, representação social, conflito espacial.

Texto completo:

PDF