Estratégias de Inovação, Risco e Proactividade: Empresas Familiares vs Não-Familiares

Francisco José Lopes de Sousa Diniz, Nelson Duarte

Resumo


No presente trabalho foram estudadas as estratégias de inovação, risco e proactividade, em PMEs comparando os resultados das mesmas entre empresas familiares e não familiares. Apesar de ser comum encontrar na bibliografia uma tendência de um melhor desempenho das empresas familiares, neste trabalho esta tendência é contrariada. Não ao nível do desempenho em particular, mas das estratégias apresentadas, cuja adopção conduz a um melhor desempenho. O estudo foi levado a cabo na Região do Vale do Sousa e foram consideradas as empresas industriais e da construção. Em termos de resultados a amostra permite concluir por 47% de empresas familiares. Comparando os grupos empresas familiares e não-familiares, verificou-se que não existem diferenças em termos de estratégias de inovação e riscos, no entanto, as empresas não-familiares apresentam-se mais proactivas. Em consonância com estes resultados também se verificou que não é possível distinguir as empresas familiares e não familiares em termos de empreendedorismo.

Palavras-chave


Empresas Familiares; Inovação Proactividade; Riscos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.