Cultura Global do Consumo e Tradicionalismo Local: uma Reflexão Teórica a partir da Diacronia dos Conceitos

Marlon Dalmoro, Walter Meucci Nique

Resumo


Com base em uma perspectiva diacrônica entre o global e o local, este ensaio tem como objetivo a articulação teórica entre os agentes promulgadores da cultura global do consumo, os consumidores e os agentes locais de resistência. Com ênfase no tradicionalismo como uma força local de resistência e a globalização como promulgadora de uma cultura global de consumo, foi analisada a participação destas duas forças discursivas na formação da cultura do consumidor. Os resultados proporcionaram uma perspectiva dialética no entendimento da cultura do consumo e fornecem pontos relevantes no entendimento da relação global/local. Compreende-se o mercado como o campo de atuação das forças globais e dos movimentos de resistência do tradicionalismo, que de maneira diacrônica, fornecem elementos culturais distintos para a formação da cultura do consumidor. Especificamente, entende-se que a interação entre o local e o global resulta em posições distintas, dependendo da capacidade de articulação dos agentes envolvidos. A entrega teórica deste ensaio almeja um avanço no entendimento do tradicionalismo como uma forma de resistência à cultura global do consumo.

Palavras-chave


Cultura Global do Consumo; Resistência Local; Tradicionalismo

Texto completo:

PDF