A DENDEICULTURA NA AMAZÔNIA: ADOÇÃO DO PROJETO DENDÊ FAMILIAR EM UMA COMUNIDADE RURAL NO ESTADO DO PARÁ

Amanda Madalena da Silva Gemaque, Hélio Raymundo Ferreira Filho, Norma Ely Santos Beltrão

Resumo


Um modelo apropriado de desenvolvimento para região Amazônica tem sido discutido na adoção de políticas públicas que considerem as especificidades regionais. Nesse sentido, o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) foi estabelecido com objetivo de implementar um programa sustentável, promovendo inclusão social dos agricultores participantes. Nesse contexto, esta pesquisa objetivou aprofundar estudos relativos à inserção da cultura do dendê como política de Estado na Amazônia, apresentando os resultados obtidos na comunidade rural Calmaria II, Moju, Pará. Sua metodologia consistiu primeiramente na construção do referencial teórico e na obtenção de dados primários com a aplicação de formulários de entrevistas na comunidade (n=33). Em seguida, foi realizada a análise dos dados socioeconômicos por meio de de estatística descritiva, sob as abordagens quantitativa e qualitativa. Os resultados apontaram que a ideia de inclusão social na comunidade é limitada ao aumento da renda dos agricultores, fato que está em desacordo com os objetivos do PNPB, além da atividade ter provocado alterações no seu modo de vida, chegando a impactar na economia local. Como conclusão, observou-se a dependência dos agricultores quanto à existência do projeto para viabilizar sua participação da cadeia do biodiesel, e também a ausência de acompanhamento e fiscalização quanto ao atendimento dos critérios para considerar o PNPB uma política pública voltada para a inclusão social e desenvolvimento regional.

Palavras-chave


Dendê; Agricultura familiar; Inclusão social; Amazônia; Desenvolvimento regional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X

RBGDR está indexada em: