A AMAZÔNIA: EXPANSÃO DO CAPITAL E APROPRIAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS José

José Antônio Herrera, Rodolfo Pragana Moreira, Tássia Stêfany Lima Bezerra

Resumo


A Amazônia não foi incorporada a economia brasileira apenas como resposta aos problemas de outras regiões do país, problemas esses inerentes à dinâmica capitalista, sobretudo as mazelas da modernização no Sul e Sudeste e a concentração de terras no Nordeste, mas sim como mecanismo para garantir a expansão das empresas nacionais e internacionais. Após várias décadas de ocupação da chamada “fronteira agrícola”, tem-se hoje uma região que padece dos problemas de desequilíbrios regionais. Nesse sentido, a dinâmica capitalista impõe mudanças em sua forma de penetração do capital subordinando cada vez mais a sociedade e o meio ambiente em detrimento do lucro. O presente texto tem o objetivo de provocar, chamar a atenção, para o movimento de expansão do capital no espaço brasileiro em geral, e em especifico no contexto amazônico.

Palavras-chave


Amazônia; Desequilíbrios Regionais; Capitalismo; Recursos Naturais; Exploração

Texto completo:

PDF