GOVERNANÇA METROPOLITANA NO GRANDE ABC: O DESAFIO

Edson Coutinho da Silva

Resumo


Este artigo tem o objetivo de compreender as relações de governança metropolitana para o desenvolvimento regional de políticas públicas no Grande ABC Paulista no período entre 2000 – 2009. Definiu-se a pesquisa como sendo descritiva em um estudo de caso único, uma vez que o estudo se concentrou na região e não nos municípios isoladamente. Foram conduzidas dezenove entrevistas realizadas com diretores, secretários, lideranças da sociedade civil e docentes de universidades da região e foram utilizados métodos qualitativos para analisar os resultados. Constatou-se que: (a) os gestores públicos têm pouco discernimento acerca dos benefícios das políticas regionais; (b) os planejamentos locais prevalecem sobre o regional; (c) as rivalidades municipais acentuadas impedem o “pensar regional”; (d) os gestores públicos focam as políticas locais para angariar votos; (e) a ausência de vontade política e administrativa entre os entes da federação impedem o avanço de políticas regionais. Ou seja, a governança metropolitana ainda não se estabeleceu na região.

Palavras-chave


Governança; Coesão; Articulação; Região

Texto completo:

PDF