MODELOS HÍBRIDOS DE GESTÃO DE PROJETOS COMO ESTRATÉGIA NA CONDUÇÃO DE SOLUÇÕES EM CENÁRIOS DINÂMICOS E COMPETITIVOS

Renato Francischini da Silva, Francisco Cristóvão Lourenço de Melo

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar e discutir uma recente abordagem de governança estratégica. A pesquisa foi caracterizada como exploratória, de abordagem qualitativa, com delineamento bibliográfico por meio de análise documental das literaturas existentes e em estudos de casos divulgados. Esta recente abordagem mostra como muitas empresas vêm assumindo, no âmbito de gestão de projetos, o desenvolvendo de metodologias próprias no gerenciamento de soluções, em que associam as boas práticas do modelo tradicional de gestão de projetos, utilizados em cenários mais estáveis e com escopos bem-definidos, com as boas práticas do modelo ágil de gestão de projetos, para cenários dinâmicos e flexíveis como são os cenários do setor da Tecnologia da Informação. Essa associação de boas práticas visa obter melhores resultados, conciliando agilidade e flexibilidade com previsibilidade.

Palavras-chave


Gestão de Projetos; Modelos Híbridos; Flexibilidade; Previsibilidade

Texto completo:

PDF