FORMAÇÃO PARA O EMPREENDEDORISMO: ANÁLISE DAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS DOS CURSOS OFERECIDOS POR UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA DE ENSINO SUPERIOR TECNOLÓGICO

Nathalia Rana Rosa Bernardo, Elvira Aparecida Simões de Araujo

Resumo


A atividade empreendedora, a partir de meados do século passado, passou a ser considerada essencial para a geração de riquezas de um país. O Brasil é considerado um dos países mais empreendedores do mundo, no entanto um dos grandes problemas é o elevado índice de mortalidade das empresas. A educação empreendedora pode assumir a relevante função de motivar, contribuir e apoiar as iniciativas que fomentem o desenvolvimento de habilidades empreendedoras, colaborando para a iniciação e manutenção de negócios provavelmente mais propensos ao sucesso. Partindo destas considerações, este estudo tem por objetivo identificar, descrever e analisar a formação para o empreendedorismo em uma Instituição Pública de Ensino Superior Tecnológico, por meio do projeto pedagógico e da percepção de seus alunos e coordenadores. Foi realizado um estudo de campo, desenvolvido por meio de análise documental e estudo de caso. A pesquisa foi realizada com 74 alunos matriculados nos 5º e 6º semestres dos cursos oferecidos pela Instituição, pois estes já se encontravam na fase final do programa de graduação. Participaram também, três coordenadores de curso da Instituição. Como resultado, pode-se observar a convergência das percepções dos Coordenadores de Curso e do Corpo Discente no que tange ao conceito e à importância do empreendedorismo, destacando-se a realização de um sonho, a possibilidade de criação de empresas e a atividade empreendedora como um potencial do ser humano. Além disso, foi possível detectar que 74% dos alunos pesquisados desejam empreender, reforçando a noção de que a população brasileira possui “vocação” para o empreendedorismo. Com relação à Instituição, foi possível notar ações que permitem a prática do empreendedorismo e o desenvolvimento de habilidades empreendedoras em seus alunos, o que mostra a preocupação da Instituição com a formação de profissionais capacitados para atuar frente aos desafios do século XXI.

Palavras-chave


Desenvolvimento Regional. Ensino Superior Tecnológico. Formação Empreendedora. Empreendedorismo.

Texto completo:

PDF