AS POLÍTICAS PÚBLICAS FEDERAIS DE FOMENTO AO ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO NO BRASIL E ESTADOS UNIDOS: UMA ANÁLISE COMPARATIVA

Wellington Pereira, Nilson de Paula

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir as diferenças, desafios e oportunidades que marcam o mercado de etanol nos EUA e no Brasil do ponto de vista das políticas públicas voltadas especificamente para o etanol de segunda geração, tendo como arcabouço teórico-metodológico o conceito de sistema setorial de produção e inovação (SSPI). O etanol vem permitindo que os dois países reduzam sua dependência de combustíveis fósseis. No entanto, ainda que existam diferenças nas posturas dos governos desses países, argumenta-se que ações do Estado para promover um SSPI dinâmico e competitivo para o etanol são decisivas para criar oportunidades e reduzir incertezas no processo de desenvolvimento socioeconômico, tecnológico e ambiental sustentável, em que pese os desafios surgidos recentemente nesse mercado em ambos os países.


Palavras-chave


Etanol. Políticas públicas. Biomassa. Combustíveis fósseis.

Texto completo:

PDF