Obstáculos e exigências para a governança regional

Oscar José Rover

Resumo


O trabalho analisa a democracia na gestão de instituições de governança regional. Foram estudados comparativamente três Fóruns de Desenvolvimento que atuam no Sul do Brasil, analisando seus documentos, sua dinâmica de funcionamento, cruzando suas deliberações com a destinação de recursos financeiros e realizando entrevistas com seus dirigentes. Constatou-se que os Fóruns ampliam a articulação de atores e a mobilização de recursos e ativos regionais, mas são seletivos, gerando uma oligarquização que beneficia redes organizacionais específicas. Outrossim, os órgãos de governo que lhes aportam recursos orientam diretrizes, metodologias de gestão e definem o público prioritário das políticas ou recursos. Os Fóruns, por sua vez, elaboram filtros que selecionam programas e projetos, mas sem planejar estrategicamente o desenvolvimento regional. Para eles cumprirem seus objetivos considera-se necessária sua adequada institucionalização, com simetria na representação de interesses e na negociação dos processos decisórios, além de uma maior autonomia em relação aos governos.

Palavras-chave


gestão pública; democracia; governança; desenvolvimento regional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.