Profissionalização da gestão nas empresas familiares: estagnar ou inovar?

Ernani Cesar de Freitas, Mauricio Barth

Resumo


Por sua contribuição para a economia brasileira, as empresas familiares ocupam uma posição de destaque no âmbito de negócios. Muitas das grandes empresas do país são, ou já foram, familiares em sua essência, número que poderia ser ainda maior não fossem as complexidades enfrentadas por essas organizações durante suas gerações. Sendo assim, o presente trabalho tem como tema as empresas familiares, de modo a estudar as categorias gestão, governança, profissionalização e cultura organizacional. Nesse sentido, o objetivo geral deste estudo é investigar e analisar essas categorias teóricas em empresas familiares de pequeno porte, segmentadas no comércio do Vale dos Sinos (RS). Utilizou-se neste trabalho a pesquisa exploratória mediante estudos de caso múltiplos, por meio da coleta de dados feita através de entrevista não-estruturada com perguntas abertas. Constata-se que algumas mudanças não ocorrem em função do aspecto profissionalização, mas sim pela forma de gestão e pelo processo decisório da empresa. Alguns processos muitas vezes são mais enriquecidos e mais trabalhados dentro de algumas empresas familiares foco deste estudo, porém todos eles deviam constar na dinâmica dessas organizações.

Palavras-chave


Empresa Familiar. Profissionalização. Gestão e Governança. Cultura Organizacional

Texto completo:

PDF