Aspectos Históricos e Organizacionais da Agricultura Familiar no Desenvolvimento da Região Nova Alta Paulista

Leonardo de Barros Pinto, Ana Elisa Bressan Smith Lourenzani, Wagner Luiz Lourenzani, Julianna Coracini Mochiuti

Resumo


A região Nova Alta Paulista, cuja ocupação é recente, é uma das mais carentes do estado de São Paulo. Apesar da forte aptidão para o agronegócio, o desenvolvimento das cadeias produtivas agroindustriais na região é bastante heterogêneo. O trabalho teve como objetivo analisar como a trajetória histórica e os arranjos organizacionais na agricultura familiar têm contribuído para o desenvolvimento regional promovendo melhorias de bem-estar social e material na região Nova Alta Paulista. Para tal, foi analisado o caso da Associação Agrícola de Junqueirópolis – AAJ, organização que tem obtido êxito na busca por alternativas de produção agrícola. Integrados ao mercado local e global, tem assegurado a manutenção e reprodução de inúmeros agricultores familiares, bem como gerado externalidades positivas para toda a região. Ao exemplo desse caso, o arranjo organizacional baseado na cooperação pode ser uma alternativa adequada para agricultores familiares alcançarem patamares mais elevados de bem-estar e desenvolvimento.

Palavras-chave


Agricultura familiar, Desenvolvimento rural, Cooperação, Acerola

Texto completo:

PDF