Gestão Social e a Atuação das Ongs Locais no Processo de Desenvolvimento Local da Região de Blumenau (SC)

Marialva Tomio Dreher

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar, no contexto da gestão social, a atuação das ONGs locais envolvidas no processo de desenvolvimento local da região de Blumenau (SC). Para tanto, adotou-se o método da pesquisa qualitativa e a técnica da pesquisa exploratória, com a intenção de aprofundar o conhecimento sobre a temática proposta. A população foi formada por nove ONGs da região. Para a coleta de dados utilizou-se um roteiro em tópicos aplicado aos gestores destas organizações. Os resultados demonstraram que seis ONGs atuam na área da saúde, duas na promoção da educação e uma na proteção do ambiente. Apenas uma das ONGs entrevistadas, cujas intenções estão diretamente relacionadas à questão ambiental, trata em seus projetos das preocupações relativas ao desenvolvimento local. As demais (oito) atribuem suas ações como contribuição indireta ao processo de desenvolvimento. Os entrevistados percebem a gestão social como responsabilidade da Secretaria Municipal, demonstrando que ainda não há um movimento coletivo e organizado das ONGs no sentido de assumir este papel perante o processo de desenvolvimento local. Não foi observada nenhuma participação conjunta das ONGs em discussões específicas sobre o desenvolvimento local. Conclui-se que as ONGs cumprem seu papel de existência e de luta pela causa que defendem, e isto contribui com o desenvolvimento, contudo este esforço não está devidamente representado nos espaços políticos nos quais a sociedade pode participar.

Palavras-chave


Gestão Social, Organizações Não Governamentais (ONG), Desenvolvimento Local

Texto completo:

PDF