Percepção de atores sociais quanto ao uso de tecnologias alternativas e mitigadoras de impacto ambiental por empreendimentos hoteleiros em Bonito, Mato Grosso do Sul

Camila Rocha Carrenho, Regina Sueiro de Figueiredo, José Sabino

Resumo


O estudo de caráter exploratório e descritivo mostra alguns aspectos das inovações tecnológicas, na percepção de representantes da comunidade e associados de classe envolvidos com o empreendimento hoteleiro e de turistas que visitaram Bonito, cidade de Mato Grosso do Sul, no período de novembro de 2008 a janeiro de 2009. Destaca essas inovações chamadas de ecotécnicas quanto às dimensões: conhecimento, uso, importância e responsabilidade atribuída para mitigar impactos ambientais causados pela atividade turística. Identificou-se que a comunidade e associados de classe têm conhecimento de algumas ecotécnicas, sabem da importância e apresentam propostas para a busca da sustentabilidade e da preservação do local. Também, turistas e administradores dos hotéis trazem a preocupação da sustentabilidade, mas, para o meio construído. Logo, o estudo contribui para a implantação de “hotéis verdes” e subsidia a criação de leis e ações mitigadoras de impactos ambientais para o Município.

Palavras-chave


Ecotécnicas, Bionegócios, Turismo, Hotelaria, Sustentabilidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.