Diagnóstico do arranjo produtivo local das indústrias têxteis do municí­pio de Imperatriz-MA

Autores

  • Erica Ribeiro de Sousa Simonetti
  • Monica Franchi Carniello
  • Marilsa de Sá Rodrigues
  • Edson Aparecida de Araujo Querido Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.54399/rbgdr.v9i3.1133

Palavras-chave:

Desenvolvimento Regional, Arranjo produtivo local, Indústrias têxteis

Resumo

O artigo apresenta o diagnóstico do Arranjo produtivo Local das indústrias têxteis do município de Imperatriz (MA). A pesquisa, quanto à abordagem, é qualitativa e quantitativa, e com relação ao nível é descritiva exploratória, com delineamento bibliográfico e de campo. Foram aplicadas entrevistas aos empresários do arranjo produtivo local. A amostra contou com a participação de 37 gestores das indústrias têxteis. Os resultados da pesquisa apontam a inexistência de alianças ou parcerias entre as empresas do setor de indústrias têxteis no município de Imperatriz (MA). Conclui-se que o arranjo produtivo é de baixo conteúdo tecnológico e não promove a interação interfirmas, embora promova empregos diretos e indiretos.

Downloads

Como Citar

Simonetti, E. R. de S., Carniello, M. F., Rodrigues, M. de S., & Oliveira, E. A. de A. Q. (2013). Diagnóstico do arranjo produtivo local das indústrias têxteis do municí­pio de Imperatriz-MA. Revista Brasileira De Gestão E Desenvolvimento Regional, 9(3). https://doi.org/10.54399/rbgdr.v9i3.1133

Edição

Seção

Artigos