Benefícios competitivos advindos do desenvolvimento de uma aglomeração produtiva: o caso do setor têxtil na microrregião de Campo Belo (MG)

Wellington Tavares, Cleber Carvalho de Castro

Resumo


Os aspectos relacionais entre empresas e demais parceiros em aglomerações produtivas têm sido ressaltados como elementos relevantes para a obtenção de benefícios competitivos por meio de estratégias compartilhadas, em especial por meio das aglomerações produtivas. A partir daí, o presente estudo tem como objetivo identificar os benefícios competitivos advindos do processo de formação de uma aglomeração de indústrias do setor têxtil na microrregião de Campo Belo (MG), bem como identificar possíveis dificuldades na formação do aglomerado. Para isto, este trabalho se desenvolve sob a perspectiva da pesquisa qualitativa por meio de um Estudo de Casos, pautando-se de uma série de entrevistas com empresários, prefeituras municipais de sete municípios da microrregião e de demais instituições de apoio à aglomeração produtiva. Entre os principais achados, observa-se que a aglomeração ainda não se encontra tão bem organizada, expondo a fragilidade das relações estabelecidas entre os agentes. Mesmo que se apresente como uma aglomeração ainda desarranjada é possível identificar benefícios econômicos e sociais para empresários, trabalhadores, municípios e a população de forma geral. Ainda é possível identificar que a aglomeração do setor na microrregião tem levado ao alcance de ganhos em competitividade em virtude do reconhecimento da região como pólo produtivo, permitindo a atração de mais trabalho para as empresas e a agregação de novos parceiros.

Palavras-chave


Aglomeração Produtiva; Relações Interorganizacionais; Cooperação; Benefícios Competitivos; Desenvolvimento Socioeconômico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X

RBGDR está indexada em: