Empreendedorismo e a dinâmica do emprego no Brasil

Cristiane Oliveira de Freitas Pinto, Janis Elisa Ruppenthal

Resumo


O dinamismo da atividade empresarial é comumente associado à variação no número de empregos em uma economia, tanto por formuladores de políticas públicas quanto pela população em geral. Este trabalho tem como objetivo avaliar, por meio de testes estatísticos, a relação entre o empreendedorismo e a variação no emprego, no Brasil como um todo, e nas cinco regiões no período 2007-2010. A taxa de formação de empresas foi utilizada como medida de empreendedorismo. Para análise dos dados, foi utilizado o software Statística 9.1. No Brasil, identificou-se correlação positiva e significativa entre as variáveis nos anos de 2008 e 2010. Na análise de variância, percebeu-se que a variação da formação de empresas e do emprego no Brasil foi significativa ao longo do tempo. Na análise regional, identificou-se, na região Norte, estatística significativa, porém negativa entre as variáveis, revelando assim, uma relação inversa entre o empreendedorismo e a variação no emprego nessa região nos anos 2007 e 2009.

Palavras-chave


Empreendedorismo; Taxa de formação de empresas; Emprego

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X