Pequenas empresas podem ser competitivas no mercado internacional?

Roque Alberto Zin

Resumo


A competitividade no mercado internacional depende de vários fatores econômicos, entre eles, as taxas de câmbio que podem alterar os preços relativos. No período de 2002 a 2010 ocorreu uma forte valorização da moeda brasileira. Este estudo verificou o impacto nas exportações de Caxias do Sul, município caracterizado pela vocação industrial, principalmente por possuir o segundo polo metal mecânico do país e não conter empresas exportadoras consideradas de grande porte. Os resultados mostraram aumento da atividade exportadora, sendo mais acentuado nas empresas classificadas como de pequeno porte. A competitividade foi avaliada através do Índice de Vantagem Comparativa Revelada (IVCR), que foi calculado de acordo com o porte das empresas. Os resultados mostram aumento da evolução do índice, tanto em relação às empresas do estado do RS, quanto às do Brasil, sendo que essa evolução é maior nas empresas de pequeno porte.

Palavras-chave


Competitividade internacional; Pequenas empresas; IVCR

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X