Gestão estratégica aplicada ao cooperativismo solidário: uma alternativa de fortalecimento para os agricultores familiares

Olímpia Maria de Carvalho Ignácio, Eliane Moreira de Sá Souza

Resumo


Este estudo teve como objetivo investigar, sob a ótica da administração, a gestão estratégica aplicada ao cooperativismo solidário como alternativa de fortalecimento organizacional. A intenção da pesquisa foi investigar as controvérsias a respeito da aplicação de ferramentas de gestão estratégica nos empreendimentos dessa natureza, mantendo suas características essenciais de cooperação, solidariedade e auto-gestão. Buscou-se identificar um modelo gestionário capaz de ganhar competitividade, mantendo características de solidariedade e cooperação em empreendimentos solidários. Utilizou-se o método de estudo de caso com análise de uma pequena organização - a Cooperativa de Agricultores Familiares de Itapuranga, onde se investigou a prática dos princípios e valores dos Empreendimentos de Economia Solidária, bem como o modelo de gestão e estrutura organizacional adotados. Analisou-se a aplicabilidade de instrumentos de gestão estratégica nas pequenas cooperativas e elaborou-se mapa estratégico para contemplar a coerência entre a formulação das estratégias, sua implantação e o desenvolvimento da cooperativa, tanto no alcance dos objetivos propostos como no crescimento profissional dos cooperados. Concluiu-se que instrumentos que possibilitam a adoção da gestão estratégica em empreendimentos solidários contribuem de maneira significativa para a uma boa análise da organização e do ambiente ajudando no desenvolvimento de cooperados e organização, sem necessariamente descaracterizar o empreendimento como solidário.

Palavras-chave


Gestão Estratégica. Solidariedade. Agronegócio. Cooperativismo de Agricultura Familiar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X