Avaliação geoambiental do território brasileiro nas bacias hidrográficas transfronteiriças

Valdir Adilson Steinke, Carlos Hiroo Saito

Resumo


Questões relacionadas a recursos hídricos podem ser consideradas pioneiras na temática ambiental geopolítica e são reforçadas no momento atual. Desta forma, torna-se fundamental pensar nos países que compartilham bacias hidrográficas. Este texto procurou tecer algumas considerações a respeito da forma de utilização, pelo Brasil, dos recursos naturais nas bacias hidrográficas transfronteiriças, uma vez que a discussão das ações internas poderá subsidiar ainda mais as ações estratégicas de cunho geopolítico na América do Sul. Foram aglutinados em ambiente de sistemas de informações geográficas, dados georreferenciados pertinentes à utilização do território nacional para produção agropecuária e para atividades de mineração, como representantes do processo antrópico. Posteriormente, essas informações foram sobrepostas com as ações conservacionistas que, neste caso, foram representadas pelas áreas indicadas como prioritárias para conservação da biodiversidade pelo Ministério do Meio Ambiente. Esta sobreposição apontou para um problema central, a inexistência e articulação entre ações de desenvolvimento econômico e propostas conservacionistas.

Palavras-chave


Biodiversidade, Desenvolvimento, Geoprocessamento, Bacias Hidrográficas Transfronteiriças.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X