INOVAÇÃO PRÓ-SUSTENTABILIDADE: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA A PARTIR DE ESTUDO EMPÍRICO COM EMPRESAS LOCALIZADAS NA REGIÃO SUL DA BAHIA

Autores

  • Leidiane Alcantara Brandão
  • Andréa da Silva Gomes
  • Gesil Sampaio Amarante Segundo

DOI:

https://doi.org/10.54399/rbgdr.v13i3.3250

Palavras-chave:

Estágios de Maturidade, Indicadores, Sustentabilidade, Inovação.

Resumo

Este artigo, de cunho experimental, tem como objetivo central analisar a relação entre inovação e sustentabilidade empresarial, valendo-se do método de análise de discurso e estatí­stica descritiva, utiliza-se os indicadores de Maturidade da Atividade de Inovação (JOIN, 2013) e, indicadores de Sustentabilidade Empresarial (GRI-G3, 2006). Exploram-se dados primários de empresas do Sul da Bahia (2013-2014) sobre a vertente triple botton line, concluindo-se que, em média, as empresas estudadas classificam-se com baixo desempenho em sustentabilidade e em inovação. Os resultados da interseção entre í­ndices de sustentabilidade e maturidade em inovação permitiram a construção de uma proposta metodológica para avaliação da relação entre inovação e sustentabilidade no âmbito empresarial, trata-se da tipologia pró-inovação sustentável que combina diferentes ní­veis de atividade em inovação e de sustentabilidade.

Downloads

Publicado

16.10.2017

Como Citar

Brandão, L. A., Gomes, A. da S., & Segundo, G. S. A. (2017). INOVAÇÃO PRÓ-SUSTENTABILIDADE: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA A PARTIR DE ESTUDO EMPÍRICO COM EMPRESAS LOCALIZADAS NA REGIÃO SUL DA BAHIA. Revista Brasileira De Gestão E Desenvolvimento Regional, 13(3). https://doi.org/10.54399/rbgdr.v13i3.3250

Edição

Seção

Artigos