DIVERSIDADE ECONÔMICA COMO EXPRESSÃO DA ESTRUTURA ECONÔMICA REGIONAL: UMA PROPOSTA DE MEDIÇÃO ALTERNATIVA

Helcio de Medeiros Junior

Resumo


Como meio de produção e bem de consumo do capital (MINGIONE, 1977), o território se expande segundo seus interesses de acumulação, e as intervenções nele realizadas se articulam com outras áreas geográficas em relações de subordinação (MASSEY, 1995), promovendo mudanças na estrutura econômica expressas na diversificação e multiplicação de atividades econômicas. A medição da diversidade econômica, no entanto, tem sido feita considerando atividades econômicas com poucas unidades empresariais tão importantes quanto as mais expandidas, descaracterizando seu propósito. Com vistas a compensar a mencionada inadequação, esta investigação tenciona oferecer um meio alternativo para medir a diversidade econômica com base no Índice de Shannon, procedente da teoria da informação, tendo como referência as regiões fluminenses. Os resultados observados entre 2010 e 2016 sugerem que, apesar da crise, houve aumento da diversidade econômica e da uniformidade da distribuição das atividades econômicas.

Palavras-chave


econômica; Índice de Shannon; Economia regional; Estado do Rio de Janeiro.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X