RURALIDADE E MIDIATIZAÇÃO: AS TRANSFORMAÇÕES CULTURAIS DAS SOCIEDADES RURAIS PELAS PRÁTICAS COMUNICACIONAIS CONTEMPORÂNEAS

Kátia de Lourdes Fraga, Ana Louise de Carvalho Fiúza

Resumo


Por meio de revisão teórica e análise de pesquisas, este artigo busca verificar o alcance das novas práticas de comunicação em rede no universo da ruralidade e os possíveis desdobramentos dessa conexão do campo com a midiatização. É notório como os modos de vida no mundo contemporâneo estão imbricados com as conexões proporcionadas pela “sociedade midiatizada”. Propõe-se neste artigo analisar a relação dos moradores de sociedades rurais com a “sociedade em rede”, mediante processos que podem revelar uma “aculturação” dos seus costumes e práticas pela proximidade com a sociedade urbana; a manutenção de suas identidades locais; ou ainda, uma “hibridização” dos modos de vida rural e urbano. Para tanto, foram utilizados, neste estudo, os resultados de duas pesquisas nacionais sobre hábitos de consumo de mídias, que abarcaram a população rural. Os dados trazidos pelas duas pesquisas apresentadas apontam para transformações das práticas comunicacionais das pessoas que vivem no campo, apontando para uma ruralidade em rede, ou seja, para uma cultura rural hibridizada por meio das novas tecnologias.

Palavras-chave


Comunicação. Hibridismo cultural. Aculturação. Nova Ruralidade. Rural em rede.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X