CADEIA PRODUTIVA DA PESCA ARTESANAL E GESTÃO AMBIENTAL: CRISE E OPORTUNIDADE EM UMA COMUNIDADE NO SUL DO BRASIL

Anderson Decker, Robson Andreazza, Iliane Otto, Rachel Prates, Alisson Maehler, Shirley Nascimento, Maurízio Quadro, Willian Nadaletti

Resumo


presente estudo visa a diagnosticar a situação atual da cadeia produtiva da pesca e seus processos de gestão ambiental na Colônia de Pescadores Z-3, localizada no município de Pelotas/RS, Brasil. Verifica-se nessa cadeia produtiva, a forte dependência entre o subsistema de produção para com o de transformação; a inexistência de licenciamento ambiental para as unidades de beneficiamento do pescado; a ininterrupta pescaria por parte de muitos pescadores no período de defeso; o descarte da pesca acompanhante antes mesmo do desembarque; a doação de praticamente todo resíduo de pescado gerado a uma empresa, a qual coleta em média 27t por mês, demonstrando a oportunidade, sobretudo, econômica desse resíduo para a comunidade se for utilizado para a produção de outros produtos (ex: óleo, farinha, silagem, quitosana e compostagem). No que se refere à destinação dos efluentes, estes não têm um tratamento adequado antes do despejo na Lagoa dos Patos, o que pode estar contribuindo para a degradação do ambiente aquático.

Palavras-chave


Cadeia Produtiva; Gestão Ambiental; Pesca Artesanal; Colônia de Pescadores Z-3.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X