A valorização do ser humano e de sua criatividade mediante atividade artesanal com embalagens plásticas: o caso das catadoras de União da Vitória/PR

Fernanda Perdun Sander, Denise Abatti Kasper Silva, Nelma Baldin

Resumo


Este artigo objetiva analisar os efeitos decorrentes da implantação de atividade artesanal com garrafas PET sobre a percepção de um grupo de catadoras integrantes da Associação dos Catadores do município de União da Vitoria – PR, em relação a fatores como valorização do ser humano e seu potencial, sua criatividade e força interior, inclusão social, auto-estima e registrar a conduta da comunidade perante a profissão de catador. A base para este procedimento metodológico foram os princípios da pesquisa qualitativa e quantitativa na modalidade descritiva. A coleta de dados realizou-se por meio de entrevistas semi-estruturadas e para isso a pesquisadora manteve contato direto com as catadoras durante seis meses. Constatou-se, a partir da análise das entrevistas e do convívio com essas catadoras, que a atividade em local limpo, sem exposição a intempéries e em grupo, permitiu o exercício criativo, momentos de descontração e relaxamento e a percepção de problemas familiares comuns. Essa tomada de consciência e a possibilidade de expor seus produtos a terceiros e receber elogios desses observadores incentivou a auto-estima e deu confiança às catadoras. Observou-se a modificação na forma de percepção sobre a vida mediante ações frente às questões pessoais, profissionais, familiares e também financeiras, pois foi possível ampliar-lhes a renda, mesmo que de forma modesta.

Palavras-chave


Catadoras; trabalho artesanal; inclusão social

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X