ADAPTAÇÃO INTERNACIONAL DO MODELO HAZUS-MH PARA ESTIMATIVA DE PERDAS POR INUNDAÇÕES EM CURITIBA-PR

Edilberto Nunes de Moura, Jesse Ryan Rozelle

Resumo


A inundação é o tipo de desastre mais recorrente no Brasil, com mais da metade de eventos cadastrados e elevado prejuízo econômico ao país, segundo dados publicados no The International Disaster Database (2015). Apesar disso, as avaliações de perdas por inundações no Brasil, ainda são feitas através de formulários de informações sobre o desastre, um método demorado e subjetivo. Neste trabalho são apresentados os procedimentos de adaptação do sistema de estimativa de perdas HAZUS-MH para condições brasileiras, a partir da criação do inventário de dados e a criação de cenários de inundações na cidade de Curitiba, Paraná. O HAZUS-MH é uma metodologia padronizada e aplicável para os Estados Unidos da América, que utiliza modelos de estimativas das perdas potenciais das principais tipologias de desastres. O modelo adaptado para Curitiba foi criado para funcionar com a versão disponível do Hazus 3.1, suportada por um Sistema de Informação Geográfica. O trabalho partiu da criação de um Inventário de dados e a incorporação de dados do relevo local. O modelo adaptado foi capaz de realizar análises de perdas por inundações em cada edificação. Observou-se que 51% das estruturas afetadas são do tipo Comercial e 35% Residencial. Os resultados mostraram também que, cerca de 22% das edificações atingidas diretamente pela inundação apresentaram um nível de dano maior que 75%. Apesar dos resultados, o estudo ainda não permitiu quantificar as perdas em valores monetários. Entretanto, considera-se que o HAZUS-MH adaptado tem significativo potencial para a melhoria nas nossas estimativas de perdas promovidas por inundação.

Palavras-chave


Hazus. Inundação. Estimativa de perdas. SIG. Planejamento Urbano.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X