INFLUÊNCIA SOCIOECONÔMICA DO PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR (PRONAF) NO ESTADO DO PARANÁ

Alessandro Carlos Nardi, Edison Luiz Leismann, Geysler Rogis Flor Bertolini

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi de analisar a influência socioeconômica do PRONAF no Estado do Paraná entre os anos de 2012 e 2017. Para o cumprimento deste objetivo, extraiu-se as variáveis estudadas as quais foram classificadas de acordo com as dimensões produtiva, social e econômica. Em seguida, por meio do software estatístico SPSS© realizaram-se as correlações, regressões e análises de correspondência entre as variáveis. Isto posto, verificou-se que os recursos do PRONAF não estão sendo direcionados para os municípios que apresentam os menores valores do IDH-M, PIB per capita e Índice de Gini. Para as variáveis Bolsa Família e Valor Bruto da Produção (VBP) não houve relação direta com o volume de contratos do PRONAF. Para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), de modo geral, a correlação entre o valor médio anual dos contratos e a média anual do PAA é positiva, porém fraca. Só foi possível comprovar o impacto do PRONAF sobre o VBP no Paraná quando realizada a regressão linear múltipla, envolvendo o Valor médio dos contratos do PRONAF, a média anual dos contratos do PRONAF, o IDH-M e o PIB per capita, o que demonstra que a dimensão social foi que a apresentou maior relação positiva entre o PRONAF e os indicadores socioeconômicos.

Palavras-chave


Agricultura familiar. PRONAF. Políticas públicas. Indicadores socioeconômicos.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X