As indústrias criativas como alternativa de retomada de crescimento: o caso do consinos no Rio Grande do Sul

Judite Sanson de Bem, Nelci Maria Richter Giacomini

Resumo


Atividades que se desenvolvem em uma região, utilizando os recursos a serem produzidos e gerando resultados que afetam a economia e desencadeam um efeito multiplicador sobre o emprego e renda. As atividades sobre a economia da cultura tem esse efeito sobre a economia, ou seja, o impacto que os investimentos geram benefícios que elas trazem em outras atividades produtivas. O Corede Vale do Rio dos Sinos - CONSINOS - é uma região politicamente instituída no início da década de 1990, o Governo do Estado do RS tem como objetivo formular e implementar estratégias regionais, consolidando-as em planos regionais de desenvolvimento estratégico. É composto por 14 municípios, com a produção industrial é fortemente focada em cinco cidades: Campo Bom, Canoas, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Sapucaia. Economicamente, apresenta uma forte dependência do setor coureiro-calçadista e de seus componentes, que resultaram em um problema de dinâmica para a região, porque sofre grandes oscilações frente às questões cambiais e entrada exportação de produtos chineses, entre outros. Usando dados do MTE e a classificação de FIRJAN, o objetivo é definir o que se entende por indústrias criativas e verificar pelo número de postos de trabalho e unidades de produção, se a região pode desenvolver no médio prazo, outras atividades que possam substituir a dependência do setor de calçados e, portanto, fazer outras possibilidades na matriz de produção.

Palavras-chave


Indústrias Criativas; CONSINOS; desenvolvimento regional; matriz produtiva

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X