Programas de participação nos resultados: um estudo em empresas médias

Marilsa Sá Rodrigues Tadeucci

Resumo


Objetiva verificar se a implantação dos programas de participação nos resultados trouxe melhorias para a administração participativa das empresas de porte médio da região do Vale do Paraíba, no Estado de São Paulo. Pesquisa de natureza qualitativa e quantitativa realizada em três etapas. A primeira foi um levantamento, via telefone, para identificar as empresas que comporiam a amostra, a segunda foi realizada por meio de entrevistas com os responsáveis pelos programas, gerentes de produção e os dirigentes sindicais representativos das orientações predominantes na região e finalmente a aplicação de questionário em 274 funcionários de produção. Os dados foram submetidos a tratamento estatístico, utilizando-se análises descritivas simples, multivariadas, inferencial e correlacional. Conclui-se que os programas de participação nos resultados estão modificando a forma de gestão nas empresas, tornando-as mais participativas. As variáveis que interferem nesse processo são as características de cada empresa, idade dos respondentes, escolaridade, tempo de casa e gênero. A orientação sindical pode interferir na escolha de programas de metas ou valores fixos. Houve melhora na comunicação e no relacionamento entre o grupo de trabalho, maior envolvimento e comprometimento dos empregados com os programas de participação nos resultados e, conseqüentemente com as metas negociadas entre empresa e sindicato.

Palavras-chave


participação nos resultados; administração participativa; participação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X