Benefícios da aplicação da administração participativa na área de produção, com resultado nos indicadores da qualidade

José Luis Gomes da Silva, Antonio Pascoal Del’Arco Júnior, José Eugenio Mine Vanzella

Resumo


Este trabalho objetiva indicar e avaliar os benefícios obtidos em uma indústria de autopeças situada no Vale do Paraíba, Estado de São Paulo, com a aplicação da administração participativa no departamento de produção, com reflexos na qualidade do produto. Essa maneira de administrar foi originária do sistema Toyota, quando Deming e Juran participaram da reorganização industrial do Japão na segunda metade do século XX. Ferramenta baseada na intensa participação dos operários, desenvolvida na Toyota Motor Company, provoca uma profunda mudança de atitudes na área produtiva, em que os operadores passam a optar sobre soluções de problemas de qualidade e produtividade, buscando atingir a causa raiz do defeito, e eliminar sua incidência, ou então colocar controles de processo que intervenham antes que o defeito ocorra. Essa nova maneira de administrar trouxe rápidos resultados e foi disseminado no mundo. Neste trabalho são analisados os indicadores de qualidade, em PPM, em que, a partir de 2002 essa ferramenta foi aplicada, com resultados mensuráveis até 2005.
Palavras-Chaves: administração participativa, qualidade, mudança de atitudes.

Palavras-chave


Administração participativa, qualidade, mudança de atitudes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X