Avaliação da mobilidade de micronutrientes em solo tratado com lodo de esgoto

Arminda Saconi Messias, Hannelore Alves e Silva, Vanessa Natalia de Lima, José Edson Gomes de Souza

Resumo


Grandes teores de elementos potencialmente tóxicos no solo podem causar toxidez às culturas e contaminar o solo. O objetivo deste trabalho foi estudar a movimentação do ferro, cobre, zinco e cádmio em um solo tratado com lodo de esgoto. Foram montadas colunas preenchidas com amostras de solo misturadas com doses correspondentes a zero, 25, 50 e 75 Mg.ha-1 de lodo de esgoto. Quinzenalmente foram coletados os lixiviados e, no término do experimento, também foram coletadas amostras dos solos para determinação do pH, condutividade elétrica, ferro, zinco, cobre e cádmio. Observou-se que, nos lixiviados, possivelmente, a acidez do solo influenciou no aumento das concentrações dos elementos encontrados, apresentando maiores teores nas doses de lodo de esgoto mais altas. Conclui-se que o grau de lixiviação de elementos químicos potencialmente tóxicos provenientes dos tratamentos com lodo de esgoto não causam danos ao meio ambiente.

Palavras-chave


biossólido; lixiviação; metais pesados, solos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X