Análise quantitativa dos trabalhos submetidos aos Encontros de Iniciação Científica e Mostras de Pós-Graduação promovidos pela Universidade de Taubaté de 2004 a 2006

Paulo Quintairos, Mauro Castilho Gonçalves

Resumo


O presente artigo apresenta uma análise quantitativa dos trabalhos submetidos às comissões científicas dos Encontros de Iniciação Científica (ENIC) e Mostras de Pós-Graduação (MPG) da Universidade de Taubaté (Unitau), compreendendo o triênio 2004 a 2006. Na análise apresentada, foram cotejadas as grandes áreas do conhecimento, no que tange à participação do corpo discente, sob a orientação dos docentes dessa universidade e de outras instituições que participaram dos eventos em questão. Além disso, foi objeto de investigação, a proporção de trabalhos submetidos e aceitos em cada uma das áreas, objetivando a verificação do maior ou menor rigor na avaliação das comissões científicas dos eventos. Vale ressaltar que os números foram analisados considerando os dois eventos de forma articulada e, no caso da MPG, o estudo não levou em conta a divisão do corpo discente por área de conhecimento. O objetivo do presente texto é, portanto, apresentar um quadro de referência acerca da produção científica e tecnológica consubstanciada no âmbito das instituições de ensino superior que participaram dos eventos referidos, especialmente da Unitau, além de fomentar a discussão sobre a necessidade de índices para medir aquela produção no Vale do Paraíba. Objetiva-se, igualmente, o auxílio a futuros eventos nos âmbitos da iniciação científica e da pós-graduação, bem como o incentivo a cada um dos departamentos de ensino da universidade à reflexão sobre a importância da pesquisa na formação do corpo discente e no planejamento de medidas que visem à inserção dos alunos em tais atividades.

Palavras-chave


Análise quantitativa, índices de pesquisa, desenvolvimento regional, análise de dados, produção científica regional.

Texto completo:

PDF