COMPETÊNCIAS PARA INOVAR EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA

Marcela Barbosa de Moraes, Antonio Lobosco, Edson Aparecida de Araujo Querido Oliveira

Resumo


A pesquisa descrita neste capítulo teve por objetivo geral identificar e avaliar as competências para inovar de PMEs de base tecnológica dos setores de atividade aeronáutico, automobilístico e químico da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte. Para tanto, o estudo foi exploratório-descritivo e utilizou uma proposta de instrumento de coleta de dados quantitativos sob forma de escala proposto por François et al. (1999). Uma fase de pesquisa qualitativa complementar também foi realizada com o emprego de entrevistas semi-estruradas e análise de conteúdo. Os resultados permitem dizer que os instrumentos de coleta de dados utilizados auxiliam a traçar um quadro útil e claro das competências para inovar de PMEs de base tecnológica. As PMEs da amostra apresentam interesse e atividades ligadas às competências para inovar estudadas; contudo, podem promover melhorias dessas competências. Algumas recomendações para tanto são apresentadas na conclusão do artigo. Os resultados sugerem que, em futuras pesquisas, a compreensão em maior profundidade das competências para inovar das PMEs de base tecnológica demanda a consideração mais detalhada do nível de desenvolvimento dessas empresas, de sua disponibilidade de recursos, do quão refinada e profissionalizada é sua administração e do nível de complexidade tecnológica de suas atividades, entre outros aspectos.

Palavras-chave


Competência. Inovação. Pequenas e Médias Empresas (PMEs).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X

RBGDR está indexada em: