ATRIBUTOS DO DESTINO CULTURAL E SATISFAÇÃO DOS TURISTAS: DIFERENÇAS ENTRE A PRIMEIRA VEZ E VISITAS REPETIDAS

Laurentina Maria da Cruz Vareiro, Paula Cristina Remoaldo, José António Cadima Ribeiro

Resumo


Considerando a importância da satisfação dos turistas em relação às suas intenções de revisitar o destino e fornecer referências boca-a-boca, este estudo tenta investigar as diferenças entre os visitantes iniciantes e repetidos em termos dos atributos percebidos dos destinos culturais / patrimoniais, satisfação dos turistas e intenção de voltar e recomendar um destino. O presente estudo de caso é a cidade de Guimarães, em Portugal. A metodologia de pesquisa consiste em uma abordagem quantitativa baseada em uma pesquisa auto-administrada aplicada a turistas que visitaram Guimarães durante 2015. Olhando para os resultados empíricos, foi possível concluir que visitantes iniciantes e recorrentes não mostraram nenhuma diferença perceptível na forma como a percepção atributos do destino foram classificados. Em termos de satisfação, tanto visitantes iniciantes quanto repetidos mostraram um alto nível de satisfação geral com a visita. No entanto, esse aspecto parece ser insuficiente para garantir sua disposição de retorno. Com base nos resultados, várias recomendações podem ser feitas para aumentar a satisfação dos turistas vis-à-vis Guimarães, não esquecendo as necessidades dos turistas, atributos de valorização e sustentabilidade cultural / patrimonial.

Palavras-chave


Turismo cultural; atributos do destino; Guimarães; recomendação; satisfação dos turistas.

Texto completo:

PDF