PLANEJAMENTO REGIONAL E DESENVOLVIMENTO DESIGUAL: NOTÍCIAS DE SANTA CATARINA

Ivo Marcos Theis, Oklinger Mantovaneli Junior

Resumo


O propósito com esta intervenção é contribuir para o debate sobre planejamento regional em Santa Catarina, uma unidade federativa que se encontra localizada na Região Sul do Brasil. A justificativa é que esse tema permanece distante da população, tanto da de Santa Catarina quanto da do Brasil. A hipótese de que se parte – testada com base em evidências colhidas a partir de pesquisa histórica, documental e estatística – é que, ao contrário de o planejamento regional ter conduzido a uma deslitoralização (ou, melhor, a uma interiorização) do desenvolvimento nessa unidade da federação, a partir de uma sempre bem-intencionada descentralização político-administrativa do governo estadual de plantão, na realidade, ele parece ter levado, com intensidade menor ou maior, ao longo de mais de meio século, a um agravamento das desigualdades. Pode-se antecipar que os resultados demonstraram ser congruentes com essa hipótese. A conclusão é que o planejamento governamental em Santa Catarina, que historicamente reduzira o território a um espaço privilegiado de reprodução das relações de poder local e regionalmente dominantes, alcançou um grau de considerável sofisticação durante os dois mandatos do governo LHS.

Palavras-chave


Desenvolvimento desigual; Planejamento regional; Santa Catarina.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X

RBGDR está indexada em: