O Convênio de Taubaté e a Economia Cafeeira de Minas Gerais – 1906/1929

Anderson Pires

Resumo


O artigo utiliza-se de base bibliográfica para avaliar a importância e o
significado histórico da economia agrária de exportação que se
desenvolveu em Minas Gerais, na sua principal região produtora no
período de vigência da política de valorização cafeeira, a zona da mata
mineira. Utilizando instrumentos teóricos analíticos denominados de
“Global Commodity Chains” ( rede ou cadeia mundial de mercadorias),
posiciona essa economia além do contexto regional e nacional em que
se desenvolveu, mas também, e, principalmente, no âmbito do mercado
internacional. Por fim, regionaliza os seus efeitos e aponta para o
surgimento de centros urbanos importantes para o ulterior
desenvolvimento regional.

Palavras-chave


Economia cafeeira-Minas gerais, História econômica, cadeias produtivas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X