Resíduos de serviço de saúde em um hospital de Campina Grande/PB: gestão e percepção ambiental

Suellen Silva Pereira, Luciana Lopes Lucena, Aliana Fernandes

Resumo


A assistência à saúde é uma condição para obtenção de uma boa qualidade de vida. Neste sentido, ressalta-se a necessidade de um correto gerenciamento dos resíduos de serviço de saúde/RSS, que são gerados nos estabelecimento de saúde, tendo em vista o alto grau de contaminação presente nesse material. O presente artigo tem por objetivo analisar a gestão dos RSS em um Hospital da cidade de Campina Grande/PB, bem como, a percepção ambiental da sua Equipe de Enfermagem. Para a obtenção dos dados, os instrumentos metodológicos utilizados, foram respectivamente, o questionário semi-estruturado, aplicado de forma aleatória, além do registro visual. Verificou-se que os funcionários pesquisados possuem conhecimentos prévios sobre a gestão dos RSS. Porém, esses não são suficientes para atender as necessidades do seu manejo que, na prática cotidiana, em alguns momentos, ocorre de forma inadequada, comprometendo assim, a própria saúde e a saúde da população, bem como, a qualidade ambiental.

Palavras-chave


Gestão de Resíduos de Serviço de Saúde; Percepção Ambiental; Meio Ambiente.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X