ECONOMIA CRIATIVA COMO ALTERNATIVA A REDUÇÃO DO EMPREGO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA EM TAUBATÉ/ SP

Autores

  • Edson Trajano Vieira
  • Monica Franchi Carniello
  • Moacir José dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.54399/rbgdr.v14i2.3593

Palavras-chave:

Desenvolvimento local. Economia Criativa, Emprego, Taubaté.

Resumo

O municí­pio de Taubaté apresenta forte especialização na indústria, sobretudo automobilí­stica, que representou 44,91% da economia local em 2012, conforme dados de 2012 da Fundação Seade. Essa dependência setorial implica flutuações do emprego em momentos de retração da comercialização de veí­culos, como ocorreu após 2013. Entretanto, o municí­pio tem potencial para a expansão das atividades ligadas às cadeias de economia criativa, com a presença de expressiva diversidade cultural pertinente ao patrimônio material e imaterial. O objetivo do artigo é verificar o potencial das atividades ligadas a economia criativa como alternativa na geração de ocupações frente à retração do emprego nos setores produtivos tradicionais, como o da indústria automobilí­stica. A pesquisa caracteriza-se como exploratória, de abordagem qualitativa, fundamentada em coleta de dados documental. Verificou-se a representatividade dos empregos e renda do setor da economia criativa no municí­pio e maior crescimento de empregos neste setor em relação aos empregos dos setores tradicionais. Conclui-se que a economia criativa representa para em Taubaté uma cadeia produtiva que contribui para a geração de emprego e renda e que pode ser potencializada como estratégia de desenvolvimento local.

Downloads

Publicado

21.03.2018

Como Citar

Vieira, E. T., Carniello, M. F., & Santos, M. J. dos. (2018). ECONOMIA CRIATIVA COMO ALTERNATIVA A REDUÇÃO DO EMPREGO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA EM TAUBATÉ/ SP. Revista Brasileira De Gestão E Desenvolvimento Regional, 14(2). https://doi.org/10.54399/rbgdr.v14i2.3593

Edição

Seção

Artigos