LÓGICA DA CONSTITUIÇÃO DO ENSINO SUPERIOR NA REGIÃO DA ZONA DA MATA DO ESTADO DE RONDÔNIA-BRASIL

Maria Antonia Fernandes Nabarro de Oliveira Benati, Elvira Aparecida Simões de Araújo, Marcela Barbosa de Moraes, Edson Aparecida de Araújo Querido Oliveira, Emanuel Fernando Maia de Souza

Resumo


Esse artigo buscou compreender a lógica da constituição do ensino superior na região da Zona da Mata do estado de Rondônia (Brasil). Dados referentes às demandas regionais, contingentes populacionais, quantidade de instituições de ensino superior são debatidos nesse trabalho por meio de análise de documentos e de uma abordagem exploratória e descritiva. A educação é um processo social, um bem público, imprescindível e insubstituível, direito de todos e dever do Estado. O interesse da sociedade pela educação superior cresceu significativamente consolidando-se com o crescimento das regiões brasileiras. Observou-se que o município de Rolim de Moura, conhecido como capital da Zona da Mata aglomera todas as instituições de ensino superior da região. Assim, os municípios conurbados, que formam a região citada, utilizam as instituições de ensino superior de Rolim de Moura para atender a demanda de seus alunos. Além do quantitativo de 7.121 alunos matriculados no ensino médio, o estudo apresentou a estrutura das instituições de ensino superior da região, as áreas profissionais de abrangência, o tipo de organização acadêmica, a modalidade dessas instituições e informações demográficas da região.

Palavras-chave


Gestão. Desenvolvimento Regional. Ensino Superior. Zona da Mata. Rondônia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X