AS DISPARIDADES REGIONAIS NA FRONTEIRA SUL DO BRASIL

Jandir Ferrera de Lima

Resumo


Este artigo analisa o comportamento das disparidades regionais na faixa de fronteira no Sul do Brasil. O procedimento metodológico consistiu na estimativa do Coeficiente de Williamson, tendo como parâmetros o Valor Adicionado Bruto dos setores primário, secundário e terciário e a mão de obra ocupada nos anos de 2005 e 2015. Também foi utilizado como parâmetro a média da Região Sul do Brasil. Os resultados demonstraram uma maior convergência no setor terciário entre os estados e os municípios que compõem a faixa de fronteira Sul do Brasil. O setor secundário foi o que apresentou as maiores disparidades regionais.

Palavras-chave


Desenvolvimento Regional. Economia Regional. Desenvolvimento Fronteiriço.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X