GESTÃO DO RUÍDO EM UM CENTRO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICO

Rafael Felipe Guatura da Silva, Luiz Antonio Perrone Ferreira de Brito, José Luís Gomes da Silva

Resumo


O ruído pode trazer sérios prejuízos à saúde humana, como a perda auditiva, estresse, irritabilidade, distúrbios do sono e fadiga. Além disso, pode ser um facilitador de ocorrência de acidentes, erros no ambiente de trabalho e reduzir o rendimento do profissional em suas atividades. Este artigo tem como objetivo avaliar o impacto do ruído no desempenho físico e mental dos profissionais de um centro de manutenção aeronáutica. O método utilizado foi de um estudo descritivo, quantitativo e exploratório. Aplicou-se um questionário de autorrelato em uma amostra de pilotos, mecânicos de aeronaves, inspetores e gerentes de um centro de manutenção aeronáutico buscando identificar problemas de saúde e sintomas que possam ter relação com o excesso de ruído no ambiente de trabalho. Os resultados obtidos identificaram profissionais que relataram sentir-se irritados com frequência, sentir dores de cabeça, dificuldades de concentração, ouvir zumbido após o horário de trabalho e apresentar problemas auditivos. Os problemas auditivos foram mais frequentes de acordo com o aumento da idade dos profissionais e o tempo que o mesmo trabalha com atividade aeronáutica. Em vista disso, os resultados indicam que o nível de ruído no centro de manutenção afeta tanto a saúde quanto o rendimento e desempenho das atividades dos profissionais.

Palavras-chave


Gestão. Desenvolvimento Regional. Ruído Aeronáutico. Desempenho Profissional.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X