Ocupação e degradação na margem do Rio Paraguai em Cáceres, Mato Grosso

Rosimeire Vilarinho da Silva, Célia Alves de Souza

Resumo


Esta pesquisa foi realizada no Município de Cáceres/MT, no trecho do rio Paraguai entre a Baía do Malheiros a Baía do Sadao, e seu objetivo foi identificar os diferentes tipos de uso/ocupação da margem esquerda do rio Paraguai e a degradação associada, numa perspectiva de discutir e confrontar os tipos de uso com a legislação ambiental vigente. Os procedimentos utilizados foram: o trabalho de campo para identificação da área; a observação identificando os diferentes usos, com registros escritos e fotográficos; aplicação do protocolo de avaliação rápida que consiste em caracterizar um ambiente, através da observação, baseada em parâmetros pré-estabelecidos. A pesquisa revelou que as transformações observadas nas margens do rio Paraguai em Cáceres tanto no perímetro urbano, como na área de expansão urbana, são reflexos da ocupação desordenada. E tem contribuído com o aumento dos problemas ambientais no rio, como: assoreamento, contaminação da água, retirada da vegetação e erosão marginal. Com essa pesquisa percebeu-se a necessidade de um envolvimento da população na gestão do rio, pressionando também os órgãos competentes para o cumprimento da legislação ambiental.

Palavras-chave


uso e ocupação; margem esquerda; problemas ambientais; rio Paraguai

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X