O trabalho atrás das grades: um estudo de caso na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu – PEF (PR)

Pery Francisco Assis Shikida, Sandra Regina Machado Brogliatto

Resumo


Este artigo analisa, em âmbito de estudo de caso na Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu (PEF), os principais aspectos do trabalho do preso. A busca por informações caracterizou-se pela utilização de pesquisa de campo. Constatou-se que a remuneração não é um fator de destaque para os pesquisados. Os aspectos mais importantes foram: a remissão da pena; e a ocupação do tempo e da mente. Os principais limites do trabalho convergem para a existência de poucas oportunidades para muitos detentos e há baixa profissionalização nos trabalhos executados. Os resultados confirmam que há benefício com o trabalho dos presos para as empresas empregadoras, porquanto permite boa produtividade e baixos custos de produção, o que melhora a competição das firmas.

Palavras-chave


trabalho, preso, penitenciária, produção, remissão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X