RECUPERAÇÃO JUDICIAL E FALÊNCIA DAS AGROINDÚSTRIAS CANAVIEIRAS NO ESTADO DO PARANÁ

Márcio Alberto Goebel, Diogo Lopes Cavalcante, Claudelir Clein, Josefa Moreno, Pery Francisco Assis Shikida

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar um panorama atual da falência e da recuperação judicial das agroindústrias canavieiras no Estado do Paraná, verificando suas principais causas. Como resultado, observa-se que este setor apresentou um comportamento de expansão (a partir de 2003), seguido de uma crise (a partir de 2008). A causa em comum dessa crise está relacionada aos problemas de ordem macroeconômica, como: questão de subsídios à gasolina e redução de crédito; problemas de ordem microeconômica, como: questão climática e problemas de gestão. Cumpre citar que o atual paradigma vigente neste setor é o tecnológico, sendo premente estar atento à minimização dos custos de produção e de maximização da produtividade da cultura canavieira, visando à sobrevivência das usinas/destilarias em um contexto de mercado mais competitivo. Destarte, nove dentre as trinta e uma usinas paranaenses sofreram desativação ou pararam suas atividades temporariamente. Dessas, cinco buscaram o Poder Judiciário para recuperação de suas atividades, sendo que uma delas foi declarada falida e as demais enfrentam longos processos de saneamento.

Palavras-chave


Empresas canavieiras. Crise. Conjuntura

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X