Como instrumentalizar a política regional do Mercosul: uma proposta de integração econômica

Daniel Arruda Coronel

Resumo


Nas últimas décadas foram presenciadas importantes mudanças na esfera mundial do ponto de vista econômico, social e político, que afetaram todos os países latino-americanos, destacando-se o processo de globalização. Concomitantemente a este processo, intensifica-se a formação de blocos regionais como forma dos países se protegerem nesta nova ordem mundial. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é apontar uma alternativa de desenvolvimento e de melhora nas condições de negociações internacionais para o Brasil e Mercosul, além de tentar resolver problemas regionais existentes anteriormente em escala nacional. Para que isto ocorra, propõe-se uma política regional comum que, através de instituições e regras transparentes, absorvam em grande medida as mazelas da abertura comercial e financeira abrupta e sem planejamento que ocorreu nos países sul-americanos. Neste sentido, apresentam-se alguns exemplos de planejamento regional, destacando que a política regional comunitária é capaz de diminuir as desigualdades entre os países e entre regiões, possibilitando uma distribuição eqüitativa dos custos e benefícios do processo de integração regional.

Palavras-chave


Política regional; Instituições; Mercosul.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X