A CONFIGURAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DA PECUÁRIA DE CORTE NO DESENVOLVIMENTO DA MICRORREGIÃO DE JI-PARANÁ-RO

Talita Regina Dal Magro, José Luis Gomes da Silva, Viviane Fushimi Velloso

Resumo


pesquisa teve por objetivo analisar a configuração da cadeia produtiva principal e auxiliar da pecuária de corte e os indicadores socioeconômicos da microrregião de Ji-Paraná, na perspectiva do desenvolvimento regional, no período de 2010 a 2017. Por meio de estudo descritivo com abordagem quantitativo, delineada por levantamentos documentais do IBGE, IDARON, SEPOG, PNUD e INEP, sobre produção, PIB, IDHM, e IDHM escolaridade, longevidade e renda, com análise da estatística descritiva. Concluiu-se que a cadeia produtiva da microrregião de Ji-Paraná ocupa 14,99% da área do total de produção do Estado, comaumento do rebanho de corte de 55% no período estudado. Identificou-se os fornecedores de insumos com 86 empresas, 20.782 produtores, nove indústrias, distribuição no mercado interno e externo para 16.250 comerciantes, exportação para países como Argélia, Egito, Emirados Árabes, Líbia, Hong Kong, Rússia e Venezuela, que contribuíram na evolução positiva do PIB setorial. Em 2010 o IDHM da microrregião atingiu índices de médio desenvolvimento; o IDHM longevidade níveis de alto desenvolvimento; o IDHM renda níveis de médio desenvolvimento, com renda per capita de R$ 486,56. Já o IDHM educação apresentou índices de baixo desenvolvimento. O nível de escolaridade dos produtores em 2017, 41,58% com o antigo primário, apresentando ensino superior no setor agrário. Em suma, houve desenvolvimento da microrregião nos aspectos econômicos e sociais, sendo com grau mais avançados no centro da microrregião e o menor na periferia.

Palavras-chave


Planejamento. Desenvolvimento Regional.Cadeia Produtiva. Pecuária. Indicadores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X