Cesta básica familiar e poder de compra no Vale do Paraíba

Dorivaldo Francisco da Silva, Edson Trajano Vieira, Luiz Carlos Laureano da Rosa, Maria Inês Ferreira Xavier

Resumo


Este artigo analisa a variação da cesta básica familiar do Vale do Paraíba e sua influência no poder de compra das famílias que ganharam 5 salários mínimos durante o ano de 2005. Esta cesta é calculada todo mês pelo Nupes - Núcleo de Pesquisas Econômico-sociais da Universidade de Taubaté e resulta de uma ponderação de produtos de alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal na composição necessária ao consumo de uma família de 5 pessoas. Conclui-se que as variações registradas devem-se, em grande parte, a variações sazonais, muito comuns nos produtos agrícolas e que a lei da oferta e da procura é soberana em relação a essas variações. Como houve aumento do salário mínimo, no ano de 2005, superior à variação da cesta, que teve redução, houve uma queda no comprometimento da renda na aquisição da cesta e conseqüente aumento no poder de compra das famílias do Vale do Paraíba.

Palavras-chave


Cesta básica familiar, preços, custo de vida

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X