Conhecimento científico e sabedoria tradicional: análise socioambiental participativa da microbacia do Rio Sagrado, Morretes (PR)

Cristiane Mansur de Moraes Souza, Julio Cesar Refosco, Gilberto Friedenreich dos Santos, Juarês José Aumond, Alcides Tadeu da Silva Junior

Resumo


O projeto de extensão, a que este artigo se refere, procura fazer um esforço de integração interdisciplinar entre o planejamento ambiental, a geologia e a geografia realizando uma análise sócio-ambiental participativa, com aplicação do sistema de informações geográficas. O objetivo do artigo é, pois, apresentar resultados que contemplam conhecimento científico e sabedoria tradicional, com vistas à qualificação de membros comunitários em conservação dos recursos naturais. As etapas de elaboração dos mapas temáticos envolveram conhecimento em cartografia e geoprocessamento. A etapa sabedoria tradicional utilizou como base a cartografia e uma maquete, para planejar incursões ao campo com informantes-chave, a partir de dois perfis esquemáticos. Os resultados parciais evidenciam que as áreas ocupadas correspondem àquelas de maior instabilidade do ponto de vista de escorregamento. O fato dessas áreas se situarem nas encostas da serra agrava ainda mais as possibilidades de escorregamentos, podendo gerar no futuro graves tragédias ambientais.

Palavras-chave


Participação; Análise dos Fatores Físico-Naturais; cartografia; geoprocessamento; Microbacia Hidrográfica do Rio Sagrado

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X