Análise da convergência do Índice de Desenvolvimento Humano na Amazônia Sul - Ocidental no período de 1991 a 2000

Arão de Andrade Cavalcante, Rubicleis Gomes da Silva, Eduardo Simoes Almeida, Francisco Carlos Da Silveira Cavalcanti

Resumo


O estudo da convergência de variáveis socioeconômicas tem sido bastante discutido nas últimas décadas, pois buscam averiguar se o planejamento público obtém êxito em suas políticas direcionadas para melhoraria e convergência do padrão de vida da sociedade. Neste contexto, esta pesquisa busca verificar se durante o período de 1991 a 2000 as disparidades do Índice de Desenvolvimento Humano entre os municípios acreanos diminuíram. Para referenciar teoricamente este trabalho, é utilizada a teoria da convergência. Analiticamente são empregados os testes de Drennan e Lobo (1999) e Quah (1993). Os resultados assinalam, pelo teste de Drennan e Lobo (1999), que no período dois grupos de municípios se conservaram a parte do processo de convergência. O teste de Quah (1993) revela que se as economias mantiverem a mesma dinâmica os municípios do Acre se dirigem para o mesmo estado estacionário. Entretanto, esta convergência se dará para o estrato baixo do índice de desenvolvimento humano médio, expondo a necessidade de políticas públicas que possibilitem melhorar essa equalização.

Palavras-chave


Convergência; IDH; Amazônia Sul – Ocidental

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.






ISSN 1809-239X